Shot: Só seu.

Fazia muito tempo que não me encontrava com Carlos. Só nos falávamos por email, msn e raramente por telefone.
A cada dia que passava eu sentia mais a sua falta, mas ele sempre foi um amigo distante, era seu jeito.
Brevemente eu iria viajar, sairia do estado e ficaria fora por uns três meses. Decidimos marcar uma despedida, mas no dia eu só consegui quase perder meu voô esperando que ele estivesse atrasado. Liguei para ele e acabamos brigando:
Bruna: - Obrigada.
Carlos: - Olha Bruna, me desculpa mesmo, você não sabe...

Bruna: - Tá tudo bem, obrigada. Eu quase perdi o voô, mas tudo bem.
Carlos: - Me escuta Bruna, desculpa eu não quis...
Bruna: - Carlos, eu disse quase, não cheguei a perder, mas vou embora com um sentimento que é só seu: decepção.
Carlos: - Para Bruna, me escut...

Desliguei o telefone e fiquei em prantos. Não tínhamos brigado, mas eu estava cega de tanta decepção.
Chegando no meu destino, logo que me acomodei no hotel, decidi checar meu email.

Havia vários emails de Carlos, mas não tive coragem de abrir. Eu sempre voltava atrás quando se tratava dele e dessa vez eu não iria perdoá-lo.
O tempo foi passando, e quando a data de eu ir embora se aproximava recebi uma mensagem no celular, o que era raro:
* Bru, por favor, leia ao menos o último email que enviei.
Apaguei a mensagem com um certo rancor e não li seu último email, apaguei.
Já chegando no aeroporto, retomei meu caminho como de costume (não era a primeira vez que viajava) e segui cansada e com a lembrança do dia em que levei aquele "bolo".
Só conseguia pensar em Carlos, como sempre. Éramos amigos por vários anos, ele era o meu melhor amigo! Sempre fora frio com as pessoas e até mesmo comigo; tinha problemas em se expressar quando que positivamente, mas eu o amava com todas as minhas forças, como ele poderia ter furado comigo? Era minha despedida, eu esperava um mínimo de consideração.
Andei pouco, já quase saindo do aeroporto, com a face fechada, cara de brava e de fato, talvez eu não me sentisse apenas decepcionada, mas também com raiva.

Logo, meu olhar cruzou-se com o de Carlos. Ele estava com uma placa enorme escrito: *Bruna, me perdoa?*
Eu só consegui sorrir. Meus olhos encheram-se de lágrimas. Daí então, fui a seu encontro.  Se estava decpcionada; chateada ou com raiva, larguei minhas armas naquele momento! Olhei profundamente em seus olhos e avistei em seus braços um lindíssimo buquê de rosas vermelhas.
Carlos: - É pra você Bruna, você me perdoa?
Bruna: - Mas é claro que perdoô!
Carlos: - Não só pelas rosas, né?
Bruna: sorri com a ironia e disse: - Não seu bobo!
Carlos: me abraçou bem forte: - Que bom que você me perdoa! Fiquei desesperado, você não lia meus emails, não retornava minhas ligações... Pensei que fosse perdê-la...
Bruna: - Perdê-la?
Carlos: - É dona Bruna, você não deixou que eu me explicasse, mas no dia em que viajou eu tinha planejado algo que fosse digno para que você lembrasse de mim.
Bruna: - Hãm?
Carlos: - Pois é, no dia em que você foi, a joalheria não entregou o anel que encomendei para você; eu iria pedi-la em namoro, pois andei pensando e você é a mulher da minha vida!
Bruna: ainda sem entender - Ma-ma-mas... Carlos...
Carlos: - Sim Bruna, é isto mesmo, você quer namorar comigo? Você não deixou eu terminar, mas você também estava levando um sentimento meu que era só seu: o meu amor.
Após essa frase, eu me senti mal e muitíssimo bem. Ele usou a frase que disse para deixá-lo mal para me fazer a pessoa mais feliz do mundo! Senti coisas que nunca antes havia sentido. Sem hesitar, respondi:
Bruna: - Sim, você também sempre teve o meu amor. 
Nos beijamos e hoje 8 anos depois, ainda estamos juntos, mas casados.
Até hoje, não me esqueço de cada detalhe de nossa história, e a cada casal como nós, eu apoio para que possam ser tão felizes como hoje eu e Carlos somos!
Se você ama de verdade, não se omita.

fim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Olá! Peço para que ao final de seu comentário você deixe o link de seu blog para que eu possa retribuir a visita. Retribuo todas as visitas! Obrigada por comentar! :D

« »
_______ANALYTICS AQUI________