feriado.


E o feriado que tinha tudo para ser um tanto quanto mórbido, iniciou com um dia totalmente fechado. Nuvens coloriam o céu em tons mesclados de cinza e morte, que com o decorrer do dia, se misturou a uma leve garoa de tristezas e lembranças nostálgicas de pessoas queridas que partiram. 
Era para ser um dia triste, mas quando o amor chegou, aquele clima de finados de repente se desfez. Não em desrespeito ou descaso, mas com as dores de saudade que eu sentia, foi melhor ter me jogado em um pouquinho de felicidade. 
Já me bastava sofrer com o tempo, dedicar mais um dia para sofrer me deixaria por ao menos uma semana em cacos. Uma preciosa semana... Pois então falemos do amor! 
Aquele que se largou em meu sofá e conversou atentamente sobre o nada que passava na TV. Falemos do amor que me bateu, que me beijou, fez cócegas, mimou e cuidou. Amor que acalentou meus medos, que incentivou, caçoou, brincou na chuva... Encantou. 
Não falemos de qualquer amor e sim do meu, que transformou uma sexta-feira fria quase em um domingo quente, manifestando-se eficaz em meu sofá. 

9 comentários:

  1. Vanessa, isso é muuuuito bom. Postagem otimista para alegrar e dar significado ao final de semana.
    Beijos
    Manoel

    ResponderExcluir
  2. .



    O meu blog já recebeu
    a visita de muita gente
    bonita, não tão bonita e
    amável quanto você, mas
    ainda há tempo, por isso
    eu continuarei esperando.

    Beijos,

    silvioafonso







    .

    ResponderExcluir
  3. E viva o amor! Que alimenta, nutre, aquece e até sopra pra longe nuvens cinzentas.
    Beijos e um ótimo início de semana.

    ResponderExcluir
  4. Oi Vanessa.
    O amor tem o poder de transformar as tristezas em maravilhosos momentos de intensa felicidade. Beijinhos
    Gracita.
    Tô te esperando no meu cantinho.

    ResponderExcluir
  5. Que graça ler essas palavras tão lindas e cheias de significado!
    Como você consegue brincar com cada uma delas e se desenrolar com tantos adjetivos distintos, incrível.
    Aprecio verdadeiramente o que escreveste. Tão raro e belo, inusitado. Amei, deveras me tocou. Assim levemente, feito brisa em dias quentes, como água na boca ressequida de vida!
    Grande beijo linda!!! Já estou seguindo***

    ResponderExcluir
  6. Que lindo esse texto, nada como o amor. Ele modifica as coisas como se fosse mágica.
    Última nostalgia

    ResponderExcluir
  7. O seu amor é bem lindo, hein? Tenho certeza que todos gostariam de ter um amor como o seu, rs.
    Texto gostoso de ler *-*
    Beijinhos

    hiperbolismos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. adorei! ficou show o texto :)

    Flor! Conheci seu blog passeando pela net! Te convido para conhecer meu canal do youtube e blog e se inscrever nos dois se possível! Obrigada!! Me mande um recado para eu te seguir de volta! :)

    Beeeeijooos

    re-becah .blogspot.com (JUNTAR O LINK)

    youtube .com/user/blogdareh/featured (JUNTAR O LINK)

    ResponderExcluir

Olá! Peço para que ao final de seu comentário você deixe o link de seu blog para que eu possa retribuir a visita. Retribuo todas as visitas! Obrigada por comentar! :D

« »